Secretaria do Meio Ambiente do DF convida população a ajudar no combate de incêndios florestais

0

Na época de seca mais intensa no Distrito Federal, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que coordena o Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF), intensifica o convite para que a população ajude no combate aos focos de incêndios florestais e queimadas irregulares.

Segundo matéria publicada pela Agência Brasília, quem detectar um foco de incêndio pode entrar em contato direto com o Corpo de Bombeiros (193) e, se tiver certeza de que o fogo ocorre em uma Unidade de Conservação, pode ligar também para o Brasília Ambiental por meio do telefone (61) 99224-7202, que funciona 24 horas.

O objetivo é que os cidadãos alertem o Instituto Brasília Ambiental e o Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) ao avistar focos de fogo. “Em 2021, a meta é diminuir o total de área queimada nas Unidades de Conservação (UCs) em relação ao ano passado, quando houve 50% de redução se comparado ao período anterior”, diz o titular da Sema, Sarney Filho.

O diretor de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (DPCIF) do Brasília Ambiental, Pedro Cardoso, explica que, entre agosto e setembro, 99% dos focos correspondem a incêndios ambientais, ou seja, ocorrem de forma acidental, geralmente motivados por queima de restos de podas ou por bituca de cigarro.

O Brasília Ambiental coordena o trabalho de 150 brigadistas florestais que atuam nas UCs, que incluem os parques ecológicos e distritais, frequentados pela população como opção de lazer, e unidades de uso restrito, que servem como reserva ecológica, por exemplo.

A Brigada Florestal está distribuída em 16 locais, sendo dez bases e seis postos avançados.

Deixe uma Resposta

Seu comentário aguarda moderação.