Home Notícias Novo fardamento de alta visibilidade já é definitivo no CBMMG
0

Novo fardamento de alta visibilidade já é definitivo no CBMMG

0
0

O bombeiro militar exerce uma profissão de risco, o que o obriga a se capacitar, se munir de conhecimentos, especializações e equipamentos que viabilizem sua atuação no dia a dia. Toda a técnica, no entanto, precisa também estar aliada a uma vestimenta que, além da identidade visual, atenda sobretudo, critérios como visibilidade, segurança e funcionalidade.

Pensando nisso, após um criterioso planejamento, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) apresentou em 2019 uma arrojada proposta de um novo fardamento operacional. Atendendo aos padrões internacionais de qualidade e, principalmente, à funcionalidade no teatro de operações, o novo fardamento contribui significativamente com tecnologia, segurança e identidade.

Aspectos como custo/benefício, resistência do material e visibilidade foram os critérios que fundamentaram o processo de troca e implementação da nova vestimenta, que recebeu o nome de fardamento de alta visibilidade.

Assim, o velho fardamento na cor cinza ocupa agora um lugar especial na galeria das memórias que construíram uma célebre história, carregada de relatos nostálgicos de salvamentos incríveis, realizados com um fardamento que, outrora ostentou bravura, sacrifício e abnegação; e que agora retrata orgulho, admiração e respeito.

Principais características do novo fardamento

Dentre as muitas vantagens, destacam-se três aspectos que diferenciam e potencializam o novo fardamento:

Tecnologia: reforço na região dos cotovelos, faixas retrorefletivas, joelheiras removíveis, ajustadores largos nas mangas e bolso fole (bolso cargo);

Segurança: fechamento em zíper, reguladores para joelheiras, elástico no cós, costuras reforçadas na calça, sem bolsos traseiros;

Identidade: Conforme norma ABNT NBR 15.292/3013, vestimenta de segurança de Alta Visibilidade, tecido ripstop fluorescente e consolidação da imagem institucional.

Cor chamativa e seu propósito

É importante que a população reconheça facilmente o bombeiro, sobretudo em locais de grande circulação, que motoristas reconheçam os profissionais nas ruas e nas rodovias, principalmente no período noturno. Da mesma forma, nas atividades de busca e salvamento em mata fechada, locais de deslizamento de terra, incêndios florestais e urbanos, a fácil identificação dos nossos bombeiros tornou-se ferramenta importante para facilitar os trabalhos, visando um aumento na eficiência do serviço à sociedade.

Semelhança com uniforme de outros profissionais

Os uniformes de todos estes profissionais são diferentes. Eventuais similaridades na cor, se justificam pela semelhança de exposição ao risco para vários desses profissionais.

O gari e os profissionais que trabalham na manutenção das rodovias, por exemplo, estão expostos a riscos por estarem em via pública, e por isso, devem ser facilmente visualizados pelos motoristas que trafegam nesses locais.

Da mesma forma, aqueles que trabalham em obras ou até mesmo esportistas que fazem trilha em mata fechada, costumam também utilizar roupas com cores reflexivas, visando sua segurança, atendendo a normas regulamentadoras ou orientativas.

Como se deu a transição?

Primeiro foi criada uma comissão responsável por desenvolver o novo fardamento. Após sua conclusão, o CBMMG publicou a resolução 806 em 27 de agosto de 2018, estabelecendo o novo padrão de fardamento operacional para a tropa. Foi feita ampla divulgação da nova proposta, informando as diferenças e vantagens do novo uniforme, e foi dado o prazo de dezembro de 2018 até 29 de junho de 2020 para que toda a tropa se adequasse e providenciasse seus uniformes.

Novo tempo

Dessa forma, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais prossegue em sua missão de salvar, agora munidos de nova armadura e prontos para escrever um novo tempo de altruísmo e abnegação em favor da sociedade mineira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *