Com incêndios florestais em alta, Suzano investe em tecnologia para prevenir e combater o fogo

0

A Suzano, empresa brasileira de papel e celulose, implementou um moderno sistema de monitoramento capaz de cobrir, em tempo real, 96% da base florestal distribuída em 29 municípios nos Estados do Espírito Santo, da Bahia e de Minas Gerais.

O sistema compreende 39 torres de observação estrategicamente posicionadas e três centrais de monitoramento que operam 24 horas por dia, responsáveis por identificar rapidamente eventuais focos de incêndio. Em campo, a proteção florestal conta com 20 equipes de vigilantes brigadistas, treinados para fazer o primeiro combate às ocorrências.

O aparato dispõe ainda de 16 caminhões-pipa equipados com sopradores, abafadores, tanques de água e retardante a chamas, mangueira de longo alcance e outros recursos. Os veículos incluem rastreadores via GPS e tablets para georreferenciamento e localização das ocorrências.

“A Suzano tem investido permanentemente em tecnologias de monitoramento e controle de incêndios, e na capacitação das equipes que atuam em campo”, afirma o gerente de Inteligência Patrimonial da empresa, Douglas Guedes. “O controle é importante não apenas para preservar áreas da empresa, mas para evitar que o fogo atinja áreas vizinhas e terrenos que abrigam vegetação nativa”.

Incêndios em alta

O investimento feito pela Suzano para proteger as áreas florestais, embora contribua para minimizar as perdas, não conteve os focos de incêndio em 2021. De janeiro a agosto, a empresa registrou mais de 3.200 incidentes, que resultaram na queima de mais de 7.100 hectares – incluindo cerca de 600 hectares de áreas de preservação.

Aproximadamente 78% da área queimada correspondem a ocorrências registradas na região Norte do Espírito Santo.

“As ocorrências de incêndios em áreas florestais são um problema histórico, mas a incidência cresceu ao longo deste ano. Temos buscado fortalecer o relacionamento com as comunidades locais e orientado a população sobre os prejuízos que a prática acarreta não só para a empresa, mas para todos na região”, diz Guedes.

Para sensibilizar a população sobre os riscos gerados pelos incêndios florestais, a Suzano fortalece as ações de conscientização junto às comunidades vizinhas da empresa. Por meio do Programa Floresta Viva, por exemplo, a companhia mantém um canal direto de comunicação com propriedades rurais para orientações, denúncias e alertas a emergências florestais.

Deixe uma Resposta

Seu comentário aguarda moderação.