Apenas três dos oito imóveis da Polícia Civil em Diadema (SP) estão em situação legal

0

Mais da metade das delegacias e unidades da Polícia Civil em Diadema, na Grande São Paulo está sem o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) vigente. O levantamento é do Diário do Grande ABC, junto do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.

De acordo com reportagem do jornal, dos oito imóveis sob responsabilidade da Polícia Civil na cidade, apenas três estão em situação legal: o 1º DP (Delegacia de Polícia), no Centro, o 4º DP, no Eldorado, e a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), também localizada na região central da cidade.

O auto é importante pois verifica quais são os potenciais riscos na edificação e estabelece rotas de fuga, pontos para extintores e onde há necessidade de portas corta-fogo.

As delegacias dos bairros Piraporinha (2º DP) e Taboão (3º DP) e a Dise (Delegacia de Investigação sobre Entorpecentes), na Vila Nogueira, estão com os imóveis em situação de risco. O edifício do bairro Taboão abriga, ainda, a Seccional de Diadema e a Dicma (Delegacia de Investigações de Crimes contra o Meio Ambiente).

De acordo com o Diário, na Delegacia do Idoso, localizada no centro da cidade, há grandes rachaduras na parte externa do prédio, e manchas que denunciam infiltrações no interior do imóvel.

Em nota, a SSP (Secretaria da Segurança Pública) informou que o 2º DP e a Delegacia de Proteção do Idoso estão lotadas em prédios locados pelo poder público municipal. De acordo com a secretaria, já estão sendo tomadas medidas necessárias para emissão da documentação dos imóveis. Também estão sendo elaborados projetos de revitalização para a Dise, 3º DP e a Delegacia Seccional.

Leave A Reply

Your email address will not be published.